Menu

Acesse nossa rádio também nas redes sociais: 

RÁDIO
    SHALOM

Geração de empregos volta a reagir em Rondonópolis

18 JUL 2017
18 de Julho de 2017
A geração de empregos no primeiro semestre de 2017 vem demonstrando que a economia vem se recuperando em Rondonópolis. Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), se valendo do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), já são seis meses consecutivos com saldo positivo na geração de empregos formais na cidade. Inclusive, Rondonópolis é o município de Mato Grosso com melhor saldo de empregos no primeiro semestre do ano.
Entre janeiro e junho, o município teve um saldo positivo de 1.521 vagas de empregos, diante de 15.644 admissões e 14.123 demissões. Nesse período, o melhor desempenho em Rondonópolis vem do setor de serviços, com saldo de 774 vagas, com 6.045 contratações e 5.271 desligamentos. A construção civil aparece com o segundo melhor resultado nesse período, com um saldo de 413 vagas, a partir de 2.059 contratações e 1.646 desligamentos.
No semestre, a indústria de transformação apareceu como a terceira maior geradora de empregos na cidade, com um saldo positivo de 321 vagas, diante de 2.315 admissões e 1.994 desligamentos. A agropecuária teve um saldo de 146 vagas (854 entradas e 708 saídas). O pior resultado no período, por sua vez, vem do setor do comércio, com saldo de -128 vagas, a partir de 4.295 admissões e 4.423 demissões.
Considerando apenas o mês de junho deste ano, o último pesquisado,  Rondonópolis apresentou um saldo de 255 novas vagas, diante de 2.595 contratações e 2.340 demissões. Em junho de 2017, o setor que mais contribuiu nos resultados, contrariando as expectativas, foi o comércio, com saldo de 139 empregos, a partir de 793 admissões e 654 demissões. O setor de serviços teve saldo de 84 empregos, com 998 admissões e 914 demissões. Por outro lado, a construção civil, que até então vinha com saldos positivos, contabilizou saldo negativo em junho, com -25 empregos (293 contratações e 318 desligamentos).
MATO GROSSO
Segundo os dados do Ministério do Trabalho e Emprego, após Rondonópolis, as cidades do Estado que mais geraram empregos entre janeiro e junho deste ano foram: Primavera do Leste (saldo de 1.479 vagas), Sorriso (saldo de 1.242 vagas), Sinop (saldo de 1.150 vagas), Lucas do Rio Verde (saldo de 1.112 vagas), Jaciara (saldo de 960 vagas) e Cuiabá (819 vagas). A cidade de Várzea Grande registrou no período saldo de 41 vagas de trabalho.
Ao todo, Mato Grosso fechou o mês de junho com saldo positivo de 5.779 novos postos de trabalho, segundo dados do Caged. O saldo positivo de Mato Grosso foi gerado pela diferença entre 22.019 contratações e 18.883 demissões, representando um crescimento de 0,67% em relação ao mês de maio. O resultado foi motivado, principalmente, pela expansão dos setores de agropecuária (+2.614 postos) e comércio (+1.070 postos).
BRASIL
O mercado de trabalho brasileiro abriu 9.821 novos postos em junho, variação de 0,03% em relação ao mês anterior. Essa é a terceira expansão consecutiva e a quarta registrada no ano, segundo informações do Caged divulgadas ontem (17).
Voltar

Início      A rádio      Programação      Notícia      Galeria      Contato

Tá na Shalom!
Tá na Benção

Tenha você também a sua rádio